Páginas

-


Me sinto cada vez mais só.
Nem sei pra onde ir, q rumo tomar...
Preciso mesmo viver só. Morar sozinha.
Não querem respeitar meu espaço, 
minha privacidade, minha solidão opcional.
Se eu quiser ficar calada, por favor, não falem comigo. 
Ou, ao menos, não exijam que eu responda.
Eu sou assim mesmo... mudando aos poucos.
Dá pra entender?

Eu quero PAZ!
E vou buscá-la, nem que pra isso eu tenha de viver definitivamente .

Preciso suportar mais essa fase... 
sei que estou prestes a conseguir o que sempre quis: 
LIBERDADE.
Tudo tem um preço e estou pagando. 
O Universo me dará as forças necessárias pra suportar tudo isso.
Perdoe-me se choro, se não compreendo algumas vezes, se me entristeço... =/
Busco entender os fatos, 
mas não consigo parar as lágrimas que teimam em cair, 
não consigo conter a dor que desponta em mim.

Eu só quero PAZ.
Sem ruídos, sem brigas, sem gritos, sem alardes...

Quero a voz do vento nas cortinas do meu quarto, 
o farfalhar das folhas, 
o som das ondas lá fora,
o bater do teu coração,
o pulsar do meu aqui dentro.

Eu quero PAZ...
O sereno da noite,
A brisa do mar
ou o aroma das serras.
Quero apenas sentir a vida, plena, como sei que é.


Quero ser LIVRE!


-

Um comentário:

Christian Felix Piracicaba,São Paulo, Brasil disse...

Parabéns pelo texto, muito inspirador...
Bom, eu fiz meu blog esta semana,por isso não tenho seguidores...
Gostei do teu blog e estou te seguindo.
Então, não estranhe se me seguir, pois será a primeira, auhauhaiua...
Será bem vinda...
Moça da poesia, se cuida...
LUZ !
ossssssssssssssss